<body>
Sarau
sábado, 28 de março de 2009

Ontem foi o primeiro Sarau lá no meu colégio, invenção do sujeito sem predicado, do meu professor Alexsandro. A apresentação do grupo de teatro foi linda, meus amigos estavam de parabéns, depois deles foi a vez do 1ºC que por sinal eu nem vi. Logo depois deles foi a minha sala o 1ºB e eu nem preciso dizer que foi uma decadência, deu tudo errado, primeiro: o lugar que ia ser a nossa apresentação mudou de repente e o pior de tudo: um dos principais ainda não tinha chegado, apesar de tudo isso nós fizemos o que tinha que fazer do jeito que deu. A apresentação do 1ªA foi maravilhosa, eu amei. Quando a gente saiu do Casarão fomos pro pátio e ficamos conversando: Douglas, eu, Jaci e as Juliannes. Apesar de uns coontratempos foi até legal o Sarau!

Eu me mudei desde terça-feira, a casa nova é bem legal, apesar de fazer bastante calor! Agora tá mais perto do colégio, eu posso pegar qualquer ônibus pra ir ou pra voltar e ainda venho com um monte de gente lá da sala!

É isso, continuo sem internet e ela só vai voltar no dia S.D.S (só Deus sabe), como diz meu professor de Biologia.

:*


p.s.: mudei o template, eu achei esse tão fofinho *-*


De Volta!
sábado, 21 de março de 2009

Faz um tempo que eu não venho aqui, ando muito ocupada. O colégio vem me tomando grande parte do meu tempo e agora eu preciso estudar diariamente, ainda arranjo um tempo pra ler Brisingr e ver Death Note, sem contar que estou me preparando para mudar de casa, então o computador ficou meio escanteado.
Esses dias eu fiquei doente e odeio ficar assim, me deixa vulnerável e de mau humor, mas hoje já estou bem melhor.
Depois que eu me adaptar a nova casa eu começo a postar aqui frequentemente, como antes, vou arranjar um tempo para o meu blog, porque eu voltei com ele não pra deixá-lo abandonado, mas para usá-lo!
É isso ae, vou indo.
beijos:*


segunda-feira, 2 de março de 2009

I'll be the light!

Ela estava chorando. Todas as preocupações passavam por sua cabeça ocasionando mais lágrimas, as pessoas no ônibus não paravam de observá-la, até a menininha sentada a seu lado olhava pra a garota com um olhar de quem queria ajudar. Mais lágrimas caiam de seus olhos, ela não aguentava mais, queria poder ajudar sua mãe, resolver todos os seus problemas, mas resolvê-los não cabia a ela. Depois que desceu do ônibus, na rua, ela pensou que deveria deixar aqueles que querem, e podem, ajudá-la. Quando essa turbulência pasasse ela poderia ajudar a todos eles em dobro, porque ela sabia que enquanto aqueles que a amavam estivessem com ela, nada de ruim poderia lhe derrubar e era do seu desejo que todos que ela amava soubessem, que enquanto ela pudesse, nada de ruim poderia derrubá-los.



Digam Olá para Arantxa! Sim, sou eu. Segundo minha professora de Espanhol esse será meu nome nas aulas dela, sou muito mais Luanancy mesmo, mas enfim né, fazer o que.
Hoje uma amiga minha que tinha saído do colégio nesse ano, voltou! Foi muito legal quando a gente viu ela entrando pela porta da sala, todo mundo correndo pra abraçá-la. Agora sim estamos completas, as 8 juntas!
É isso ae
Sem mais
*:



Shopping
domingo, 1 de março de 2009

Girls just wanna have fun!

Estavamos sentadas naquelas mesinhas de praça de alimentação. Parecia que todos ao nosso redor eram casais e nós, as solteironas, só observando todo aquele amor no ar. Depois de devorarmos 2 pacotões de salgadinho, as 4 (eu, Bella, Mari, Lú e Pri) começamos a fazer esculturas com copos, latinha de coca-cola e garrafa d'água, a atenção de todos os presentes, até mesmo dos casais que pareciam mais entretidos nas suas demonstrações de carinho, se voltou para as 4 meninas que não tinham nada mais a fazer do que construções em pleno shopping. Não liguei para nada do que toda aquela gente poderia estar pensando, nós só queriamos diversão mesmo. Quando saímos da nossa mesinha algumas meninas, que por sinal Bella e Mari conheciam, torceram a cara quando nós passamos por elas. E foi aí que eu pensei o quanto a alegria dos outros, mesmo que proporcionada por uma coisa ' idiota' como a que estavámos fazendo, faz as pessoas que não estavam naquele círculo alegre se irritarem. As pessoas não sabem fazer a própria alegria, é mais fácil invejar a dos outros! Enfim, me diverti ontem saindo com as meninas e é isso que importa.


Profile
quem vos escreve!


Lua Lima
Não posso me definir. O que eu disser aqui agora pode muito bem mudar amanhã! O que não muda nunca é o meu amor pela família, pelos amigos verdadeiros, pela leitura, pela escola, pelos professores, por Harry Potter e pelos meus seriados. Ah, isso eu tenho certeza que não vai mudar nem amanhã, nem nunca


Tagboard
suas impressões

  • Links
    frequento

    Penso que Escrevo.

    Archives
    o que já passou

    Fevereiro 2009
    Março 2009
    Junho 2009
    Julho 2009
    Janeiro 2010
    Fevereiro 2010
    Junho 2010

    Credits

    Designer
    Inspiration