<body>
Tempos Modernos
sexta-feira, 10 de julho de 2009


Ontem eu estava no shopping e olhando em volta percebi como as crianças já se portam como adultos. No modo como as garotas se vestem, como falam, como se comportam elas me lembram cada vez mais mulheres adultas. Daí eu fico pensando se quando elas forem realmente adultas, não vão sentir falta de ser criança/adolescente. Na verdade, eu acho que a gente tem que aproveitar cada fase da nossa vida adequadamente, para que não haja arrependimentos pelo que não foi vivido, para que não haja lembranças vazias. Cada fase pela qual passamos tem uma característica, eu acho muito bom se nós damos valor ao que vivemos agora, ao que somos agora e depois nos preocuparmos em ser o que vai vir depois. Não apressar nada, apenas ser o agora. Não sei se eu estanquei no tempo, ou sou antiquada, mas eu sinto falta dos tempos em que as crianças brincavam na rua sem nenhuma preocupação além da de ser criança. Mas como diz a música: ‘Não há tempo que volte, amor.’


Profile
quem vos escreve!


Lua Lima
Não posso me definir. O que eu disser aqui agora pode muito bem mudar amanhã! O que não muda nunca é o meu amor pela família, pelos amigos verdadeiros, pela leitura, pela escola, pelos professores, por Harry Potter e pelos meus seriados. Ah, isso eu tenho certeza que não vai mudar nem amanhã, nem nunca


Tagboard
suas impressões

  • Links
    frequento

    Penso que Escrevo.

    Archives
    o que já passou

    Fevereiro 2009
    Março 2009
    Junho 2009
    Julho 2009
    Janeiro 2010
    Fevereiro 2010
    Junho 2010

    Credits

    Designer
    Inspiration