<body>
segunda-feira, 6 de julho de 2009


Uma boneca. Eu costumava ganhar muitas quando mais nova, mas depois que eu completei meus 12 anos nunca mais ganhei uma. Até ontem de noite, quando minha mãe chegou em casa com uma boneca daquelas de pano, que ela comprou na Feneart. Foi um momento tão mágico, lembranças da minha infância passaram pela minha cabeça. Lembrei de quando eu brincava de casinha embaixo da mesa, para me tirar de lá era um sacrifício. Lembrei da minha boneca com a qual eu dormia agarrada. E então eu me dei conta que eu não deixei de ser uma criança, não que eu ainda brinque embaixo da mesa ou durma agarrada com minhas bonecas, não faço mais isso, mas eu ainda tenho o espírito daquela menininha, ainda tenho o riso daquela menininha, ela ainda vive dentro de mim e vai continuar vivendo por mais que eu cresça, por mais velha que eu fique. E por mais que falem eu quero permanecer com o espírito daquela menininha dentro de mim, porque ser criança é celestial.
P.S.: SÓ MAIS 9 LONGOS DIAS *-*!


Profile
quem vos escreve!


Lua Lima
Não posso me definir. O que eu disser aqui agora pode muito bem mudar amanhã! O que não muda nunca é o meu amor pela família, pelos amigos verdadeiros, pela leitura, pela escola, pelos professores, por Harry Potter e pelos meus seriados. Ah, isso eu tenho certeza que não vai mudar nem amanhã, nem nunca


Tagboard
suas impressões

  • Links
    frequento

    Penso que Escrevo.

    Archives
    o que já passou

    Fevereiro 2009
    Março 2009
    Junho 2009
    Julho 2009
    Janeiro 2010
    Fevereiro 2010
    Junho 2010

    Credits

    Designer
    Inspiration